domingo, 31 de julho de 2011

REUNIÃO DO FÓRUM DAS ASSOCIAÇÕES DE FELIPE GUERRA

CONVITE

Vimos através deste convidar os representantes legais do Fórum de Desenvolvimento Integrado de Felipe Guerra para participar da assembléia ordinária do fórum que acontecera neste dia 01 de agosto, segunda feira, no auditório da câmara municipal de Felipe Guerra, as 9;00hs da manhã para discutirmos assuntos de interesse de todos, certo de seu comparecimento desde já agradecemos.

Anteciosamente
Rildo de Souza Góis

quinta-feira, 28 de julho de 2011

DIA DO AGRICULTOR


Hoje dia 28 de julho é o dia do agricultor

Parabéns aqueles que fazem brotar da terra, não somente plantas, mas também SONHOS e REALIZAÇÕES!!!

Imagem: Google

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Emater-RN encerra inscrições para monitores das Escolas de Inclusão Digital e Cidadania


A Emater-RN encerrou nesta quarta-feira, 27 de julho, as inscrições para os novos monitores das Escolas de Inclusão Digital e Cidadania (EIDC). O número de inscritos ainda será contabilizado. Serão escolhidos 202 educadores para atuarem em 101 Escolas de Inclusão Digital, distribuídas pelas 10 regionais da Emater no Rio Grande do Norte (Mossoró, Caicó, Currais Novos, Assu, Pau dos Ferros, Umarizal, João Câmara, Santa Cruz, São Paulo do Potengi e São José de Mipibu).

A ficha de inscrição ficou disponível no site www.emater.rn.gov.br até hoje (27 de julho) e deveria ser preenchida e encaminhada por e-mail ou apresentada de forma presencial no Escritório Central da Emater, no Centro Administrativo do Estado em Natal, na Coordenação do Projeto das Escolas de Inclusão Digital.

A seleção acontecerá nos Escritórios Regionais da Emater em datas distintas: João Câmara (9 de agosto), Currais Novos (10 e 11 de agosto), São José de Mipibu (16 de agosto), Santa Cruz (17 e 18 de agosto), Mossoró (23 de agosto), Umarizal (24 de agosto), Pau dos Ferros (25 de agosto), Caicó (30 e 31 de agosto), Assu (1º de setembro) e São Paulo do Potengi (8 e 9 de setembro). Os candidatos devem ter 2º grau completo e cursos na área de informática, devidamente comprovados. Além da análise de currículo, eles serão avaliados pela experiência profissional e passarão por uma entrevista.

O resultado da seleção será divulgado no dia 15 de setembro de 2011 no Diário Oficial do Estado, com a lista dos escolhidos e os respectivos municípios onde atuarão.

Os monitores selecionados terão contratos regidos pela Lei de Prestação do Serviço Voluntariado, de nº 9.608/98, com duração de 12 meses, podendo ser renovados por igual período. Eles receberão bolsa de R$ 400,00 mensais e deverão cumprir carga horária de cinco horas diárias, de segunda a sábado.

A capacitação dos escolhidos acontecerá durante uma semana, em regime de imersão (tempo integral), no Centro de Treinamento da Emater (Centern), em São José de Mipibu. As despesas de estadia serão custeadas pelo órgão, mas o deslocamento de ida e volta ficará sob responsabilidade do selecionado. A data do treinamento será divulgada posteriormente. Outras informações no 3232-3732.
Fonte: EMATER -RN

ATER NO ALTO OESTE

O Alto Oeste do Estado tem mais de R$ 900 mil disponíveis na segunda chamada pública do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) destinada à prestação de serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) para agricultores e agricultoras familiares do Nordeste em situação de pobreza. A segunda chamada para concorrência das empresas públicas, privadas e organizações não-governamentais, foi publicada ontem no Diário Oficial da União. O documento destina, ao todo, R$ 16,5 milhões para atender 15.040 famílias em 131 municípios do Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Sergipe.

As ações, que fazem parte do Plano Brasil Sem Miséria e serão desenvolvidas por meio da Secretaria da Agricultura Familiar (SAF/MDA), beneficiarão famílias com renda mensal inferior a R$ 70,00 por pessoa nos Territórios da Cidadania.
Ainda ontem, o secretário-adjunto da Secretaria Estadual de Agricultura Pecuária e Pesca (SAPE), Simplício Holanda, confirmou o valor destinado para o Estado. O Instituto Assistência Técnica e Extensão Rural (EMATER) é um dos órgãos que devem concorrer ao edital público. "É uma ação positiva para o Estado", confirma.

O presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do RN (FETARN), Ambrósio Lins do Nascimento, ainda não tinha conhecimento da publicação, mas avisou que manterá contato com as entidades que fazem parte de uma rede da agricultura familiar ligada à Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (CONTAG), que também concorrerão para prestar o serviço.

A Fetarn é uma das entidades que mais reclamam a deficiência na assistência técnica do Estado. Há muito seus diretores cobram a abertura de mais concursos públicos para a Emater e liberação de novos recursos para a área. "Agricultura sem assistência técnica não anda", disse Ambrósio.

Critério
Um dos critérios de seleção das empresas é a composição das equipes técnicas multidisciplinares. Quem apresentar equipes com maior número de mulheres receberá mais pontos neste critério de seleção. O processo determina como obrigatoriedade pelo menos 30% de participação de mulheres e oferta de recreação infantil nas atividades coletivas.

Fonte: Jornal de Fato

quinta-feira, 21 de julho de 2011

LINK DE INSCRIÇÃO PARA MONITOR DA EIDC

Os interessados em participar do processo seletivo para monitor/educador da Escola de Inclusão Digital e Cidadania - EIDC poderá obter a ficha de incrição através do link abaixo que após preenchida deverá ser encaminhada juntamente com o currículo para o e-mail emater@rn.gov.br e/ou entregar a ficha no escritório da EMATER no centro administrativo do Estado em Natal até o dia 27 de julho de 2011.

FICHA DE INSCRIÇÃO AQUI

Governo vai rever projeto de irrigação da chapada do Apodi

Embora o Ministério da Integração já tenha incluído o projeto de irrigação da Chapada do Apodi no Programa de Aceleração do Crescimento - PAC, a obra vai ter que esperar um pouco mais além das outras. É que está havendo divergências quanto ao modelo de aproveitamento das águas da barragem de Santa Cruz.

Entidades ligadas ao campo consideram que a atividade de agricultura familiar será prejudicada caso sejam instaladas empresas para explorar o agronegócio, e reclamam de desapropriações que terão que ocorrer, além de outros impactos ambientais. Já o Governo defende que não há como desenvolver o campo se essas atividades forem dissociadas.

Porém, o projeto só será implantado se for bom para as partes. Foi o que garantiu o ministro da Integração, Fernando Bezerra Coelho, ao receber nesta segunda-feira, 19, uma comitiva de representantes de entidades do setor rural, acompanhados da governadora Rosalba Ciarlini, ministro Garibaldi Filho, deputados Fátima Bezerra e Fernando Mineiro e o diretor do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas - DNOCS, Elias Fernandes.

O projeto prevê a irrigação de 5 mil hectares com investimentos de R$ 240 milhões. Segundo os representantes das entidades do campo, se ele for concebido do jeito que está, 305 pequenos irrigantes serão prejudicados.

O ministro Fernando Bezerra propôs que sejam elaboradas duas novas propostas. Uma, por essas entidades; outra, por técnicos do Ministério, para que seja elaborado um projeto de consenso. "É importante para o RN que o projeto de irrigação da chapada do Apodi seja colocado no PAC, mas precisamos aprimorá-lo", aconselhou o ministro, admitindo que o projeto será redimensionado para atender os interesses das comunidades e dos governos federal e estadual.

A governadora Rosalba Ciarlini assegurou que todos os esforços para que o novo projeto seja elaborado dentro desse propósito será feito pelo Governo do Estado. "Podem contar com as Secretarias de Agricultura e da Reforma Agrária", ressaltou Rosalba.

Dentro de 15 dias haverá uma reunião em Natal com a presença de representantes do Ministério de Desenvolvimento Agrário, DNOCS, Fetarn, Agência de Articulação do Semi-Árido (ASA) e Governo do Estado. Depois, a proposta será levada ao Ministro. "Deveremos ter uma posição até o fim de agosto", previu o ministro, dizendo que o novo projeto terá que dar segurança hídrica e atender à meta de desenvolvimento sustentável.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do Governo do RN (www.rn.gov.br)

quarta-feira, 20 de julho de 2011

AGRICULTURA FAMILIAR EM FELIPE GUERRA



Os agricultores Familiares dos Assentamentos de Crédito Fundiário de Várzea de Cima e do Imóvel Boqueirão Felipe Guerra, acessaram este ano o recurso do PRONAF A. O volume em recursos acessados pelas 08 famílias é estimado em R$ 160.000,00. Os referidos projetos foram elaborados e assessorados pela ONG de Assistência Técnica, Centro Pedra de Abelha, uma empresa Felipense que trabalha na elaboração e assessoria de projetos para a agricultura familiar, visando uma perspectiva de sustentabilidade local.

Ministro manda rever projeto da chapada

Brasília/Apodi - Os pequenos agricultores da Chapada do Apodi conseguiram ontem uma vitória no Ministério da Integração Nacional na luta contra o Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (DNOCS), sobre como aproveitar a água da Barragem de Santa Cruz, em Apodi. O Dnocs propõe transpor as águas para uma região da chapada e os agricultores defendem que a água da barragem seja usada para fomentar a agricultura familiar.

A reunião foi realizada no gabinete do ministro Fernando Bezerra, da Integração Nacional, ao meio-dia de ontem, com a presença da governadora Rosalba Ciarlini, do senador/ministro Garibaldi Alves, da deputada federal Fátima Bezerra, deputado estadual Fernando Mineiro, e uma comitiva de agricultores do município de Apodi e também da região do Vale do Jaguaribe. Também participou da audiência o presidente do Dnocs, o ex-deputado federal Elias Fernandes.
Os primeiros debates foram vencidos pelos grandes produtores que fortalecem a ideia da agroindústria em território do Rio Grande do Norte e do Ceará. O Dnocs já estava trabalhando (realizando audiências públicas) para desapropriar uma área de 14 mil hectares na chapada do Apodi e investir um valor aproximado a R$ 280 milhões na instalação de um sistema adutor e a instalação da estrutura de alvenaria na região da Chapada do Apodi para assentar 351 agricultores.

Entretanto, o projeto de criação do Distrito Irrigado da Chapada do Apodi não recebeu o aval dos produtores da região. Alegam vários motivos. O primeiro foi exposto pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Apodi, Edilson Neto. "O Dnocs está querendo fazer o inverno da reforma agrária. É que esta área que está para ser desapropriada pertence a centenas de pequenos produtores rurais e depois seria para grandes produtores", explica Edilson Neto.

O segundo problema foi exposto pela engenheira florestal, mestre em Meio Ambiente e doutora em Agricultura Tropical, Verlândia Morais. Segundo ela, esse tipo de distrito irrigado proposto pelo Dnocs para a Chapada do Apodi tem vários fracassados pelo Nordeste. Exemplos não faltam. Verlândia observa o alto custo de manutenção do sistema adutor (energia) e também da estrutura de distribuição de água dentro do distrito irrigado.

De forma mais incisiva, a doutora Raquel Rigotto, professora e pesquisadora do Departamento de Saúde Comunitária da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará, declarou que a grande quantidade de agrotóxico usada pelo agronegócio está causando uma série de doenças crônicas na população rural, alem de prejuízos evidentes à economia das famílias. Assim como os demais, Rigotto orienta a necessidade de mais investimentos na agricultura familiar.

Segundo Procópio Lucena, coordenador da Articulação do Semi Árido (ASA), o caminho correto para aproveitar o potencial hídrico da barragem de Santa Cruz, assim também como da Barragem de Umari, é investir na agricultura familiar. No caso de Apodi, o melhor é fazer o sistema adutor para irrigar a região de várzea nos períodos de estiagem por gravidade. Ao menos é isto que os pequenos produtores querem e estão dispostos a ir às ruas por isto.

Todas as questões foram expostas ao ministro Fernando Bezerra ontem pelos representantes legais dos trabalhadores da região de Apodi e também do Vale do Jaguaribe. O presidente do Dnocs, Elias Fernandes, assistiu a tudo. Em alguns momentos ainda tentou sustentar a sua tese de que o melhor é investir no agronegócio na Chapada do Apodi, mas seus argumentos apresentaram-se fracos diante da quantidade e a qualidade técnica versado no sentido contrário.
FONTE: Jornal de Fato

EIDC ABRE SELEÇÃO PARA MONITORES




A Escola de Inclusão Digital e Cidadania – EIDC Felipe Guerra informa que estão abertas as inscrições para monitores/educadores de informática da escola, serão duas vagas com duração de doze (12) meses e podendo ser renovado por igual período. O valor da bolsa será de R$ 400,00 (Quatrocentos Reais) mensais. O Monitor/Educador terá que cumprir uma carga horária de cinco (5) horas por dia de segunda a sábado.

A avaliação será feita obedecendo aos seguintes critérios e pontuação:
Experiência profissional e estágios realizados, Curriculum Vitae e entrevista avaliativa.

DA INSCRIÇÃO:
Os interessados deverão retirar a ficha de inscrição no site www.emater.rn.gov.br e encaminhar junto com o currículum Vitae até dia 27 de Julho de 2011, via e-mail para: emater@rn.gov.br e/ou presencial no endereço: BR 101, Centro Administrativo do estado, Bloco 05, Lagoa Nova, Natal/RN, na Coordenação Estadual das Escolas de Inclusão Digital e Cidadania – EIDC.

LOCAL, DATA E HORÁRIO DA SELEÇÃO:
A seleção acontecerá nos Escritórios Regionais da Emater conforme data abaixo descrita:
ESCRITÓRIO REGIONAL DE MOSSORÓ, BR 405, KM 01, Centro Regional de Agricultura, Aeroporto, Mossoró, CEP 59.600-000 – Dia 23 de Agosto de 2011, as 09h00min, abrangendo os seguintes Municípios: CARAÚBAS; APODI; BARAÚNA; FELIPE GUERRA; GOVERNADOR DIX SEPT ROSADO; UPANEMA E MOSSORÓ.

DO RESULTADO:
O resultado será publicado no Diário Oficial do Estado no dia 15 de Setembro de 2011, contendo os nomes dos candidatos aprovados e suas respectivas cidades a exercerem sua função de Monitor/Educador.

Continue lendo aqui

sábado, 16 de julho de 2011

Dia de Campo mobilizará mais de 200 agricultores familiares em Afonso Bezerra


A Emater-RN realiza nesse sábado, dia 16 de julho, o Dia de Campo no município de Afonso Bezerra, na região central do Rio Grande do Norte. O evento está inserido na 7ª Exposição de Caprinos, Ovinos e Bovinos de Afonso Bezerra (Expobezerra), promovido pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca (Sape), e Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). Também são parceiros o Idiarn, Emparn, Dnocs e Prefeitura de Afonso Bezerra.
Para o Dia de Campo, são esperados 215 agricultores familiares de 10 municípios da região – Angicos, Fernando Pedroza, Pedro Avelino, Lajes, Pedra Preta, Pendências, Afonso Bezerra, Assu, Triunfo Potiguar e Itajá.
Os eventos acontecem no Parque Francisco Mateus da Costa, no Centro Rural de Afonso Bezerra. Durante o Dia de Campo, os técnicos capacitarão, de forma teórica e prática, os agricultores familiares da região nos seguintes temas: "Como Adquirir Animais: seleção de matrizes e reprodutores" "Ordenha higiênica do leite", fundamentada pela Instrução Normativa 51 e "Produção e Armazenamento de Forragem".
Também está programada uma oficina sobre pesca sustentável em águas interiores e torneio pesqueiro no açude Boqueirão, também em Afonso Bezerra. Este momento será na sexta-feira, 15, a partir das 9h. Os participantes do campeonato de pesca concorrerão nas categorias de velocidade (quem pesca o peixe mais rápido) e pesagem. Os primeiros e segundos colocados receberão, respectivamente, R$ 150 e R$ 100, além de troféus.

Fonte: EMATER –RN

Imagem:Google imagens


EUA se comprometem a pagar ao Brasil compensação por algodão até 2012


Acordo foi firmado nesta sexta, dia 15, em reunião com representantes dos governos dos dois países no Rio de Janeiro

Representantes do governo dos Estados Unidos se comprometeram a continuar pagando a compensação pelos subsídios do algodão ao Brasil até o fim de 2012, e pediram este prazo para negociar mudanças na política de incentivos agrícolas no Congresso americano sem enfrentar uma retaliação brasileira. De acordo com a BBC Brasil, o acordo foi firmado nesta sexta, dia 15, em reunião com representantes dos dois governos no Rio de Janeiro.

Ainda segundo a BBC Brasil, o Itamaraty teria garantido que o governo reafirmou seu compromisso de não aplicar a retaliação autorizada pela Organização Mundial do Comércio (OMC) em 2009. No mês passado, o país disse que retaliaria os Estados Unidos caso o pagamento da compensação fosse suspensa.

Para evitar que O Brasil aplicasse a retaliação de US$ 829 milhões permitida pela OMC há dois anos, os EUA acertaram, no ano passado, o pagamento de uma compensação de US$ 147,3 milhões anuais para compensar o Brasil pelos subsídios que paga aos produtores de algodão americanos.

Em junho, porém, a Câmara dos Representantes dos EUA aprovou uma lei para suspender o pagamento da compensação. O ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, disse que o Brasil retaliaria os Estados Unidos comercialmente caso a lei fosse sancionada.

– A eventual suspensão dos pagamentos ao fundo do algodão configurará um rompimento de um compromisso bilateral – disse o chanceler na ocasião.

De acordo com o Itamaraty, nesta sexta os representantes dos EUA pediram até o fim de 2012 para negociar, no Congresso, mudanças dos subsídios pagos aos agricultores, e reafirmaram o compromisso de pagar a compensação. Diante da promessa, o Brasil decidiu que manterá suspensa a retaliação autorizada pela OMC.

Embora o fim do pagamento da compensação tenha sido aprovada no Congresso, precisa ser votada no Senado e dependeria de sanção do presidente Barack Obama para entrar em vigor.

O fim do pagamento da compensação foi proposto pelo deputado democrata Ron Kind. Ele defende que os EUA parem de conceder subsídios a seus produtores em vez de pagar uma compensação ao Brasil. Leia mais...

Fonte:Canal Rural

Foto:Google Imagens